Etiquetas

sábado, 19 de janeiro de 2019

MÃE SOLTEIRA




 Tive um filho que era teu
mas quando me abandonaste
o filho ficou só meu
fruto apenas de uma haste.
Por ele passei as passas
Que ninguém há de passar
andei ruas corri praças
e o meu filho e o meu filho
e o meu filho e o meu filho
por criar.



Lá porque sou mãe solteira
não me atirem o desdém
amei de muita maneira
com amor de pai também
fui operária do meu corpo
mulher homem a lutar
eu não quis um filho morto
e o meu filho e o meu filho
sabe andar.



Sabe andar de pés no chão
com o olhar de quem perdoa
a um pai que disse não
porque um não já não magoa
à mulher que eu soube ser
foi pelo filho que tive
e agora o que acontecer
é porque o meu filho vive.



Se tu hoje queres voltar
sou eu que digo não
eu também lhe soube dar
a força que os homens dão
mãe solteira mas inteira
mulher que soube parir
tu não estás à minha beira
e o meu filho e o meu filho
e o meu filho e o meu filho
sabe rir.



 * Poema/letra de canção que José Carlos Ary dos Santos escreveu em 1981, para ser interpretado musicalmente por Maria Armanda.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

COMER COM OS OLHOS


Recorrentemente usamos certas expressões, cujo significado não conhecemos bem ou desconhecemos por completo. São expressões populares ou ditados que, através dos anos, permaneceram sempre iguais, significando exemplos filosóficos, morais e religiosos. 

Tanto os ditados como os provérbios constituem uma parte importante de cada cultura. Vários escritores e historiadores tentaram descobrir a origem desta riqueza cultural, mas nunca foi nada fácil esta tarefa.

Hoje debruço-me sobre a expressão COMER COM OS OLHOS.

De uma forma genérica, "comer com os olhos" significa apreciar de longe, sem tocar.

O investigador Câmara Cascudo diz que "certos olhares absorvem a substância vital dos alimentos".

Mas qual será a origem de tal expressão?

A explicação encontra-se na parte ocidental de África, onde os soberanos não consentiam testemunhas às suas refeições. Comiam sozinhos. 
Também na a Roma Antiga, uma cerimónia religiosa fúnebre consistia num banquete oferecido aos deuses em que ninguém tocava na comida. Apenas olhavam, “comendo com os olhos”.

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

MOMENTOS ENGRAÇADOS DE ÁRBITROS DE FUTEBOL

O futebol, como qualquer desporto, está cheio de momentos hilariantes e caricatos que nos fazem soltar umas boas gargalhadas. 
Normalmente, esses «azares» circunstanciais acontecem aos jogadores, aos adeptos, aos treinadores... e também aos árbitros. 
O que este vídeo nos mostram é uma coleção muito interessante de momentos bastante engraçados, que têm os árbitros como protagonistas. 
Desfrutem, riam-se e escolham o vosso preferido. 


O PODER DA UNIÃO


Olá, vou pedir-vos que se sentem em círculo… E vamos dar as mãos.

Vou falar-vos da palavra UNIÃO.

Segundo as minhas pesquisas a união significa a associação ou a combinação de vários elementos, iguais ou diferentes, com o intuito de formar um CONJUNTO. É também considerado um ato ou efeito de UNIR duas ou mais forças e pensamentos.

Mas para mim a união é uma palavra curta, composta apenas por 5 letras, mas que nestas 5 letras está uma força enorme, uma força que não a vemos mas que a podemos SENTIR, e esta força pode MUDAR muita coisa embora seja somente uma PALAVRA.

Muitos de vós, dizem que o nosso grupo é desunido, então vamos ser unidos! Mas vamos ser unidos de livre vontade, unidos com o CORAÇÃO e não unidos por raiva, por medos, por inveja, simplesmente unidos pelo que somos e não pelo que o nosso amigo ou colega nos influencia a ser, simplesmente unidos pelo MESMO OBJETIVO, porque, aliás, somos uma turma, não somos desconhecidos, somos colegas já há alguns anos e acho que não é caso para andarmos a gozar ou a julgar alguém pelo que é ou pelo que tem. Acho que já temos maturidade suficiente para sabermos o nosso lugar, o nosso dever, e para sabermos ser boas pessoas tal como gostávamos que fossem connosco.

E não, não somos obrigados a gostar uns dos outros! Óbvio que não, mas o não gostar de uma pessoa, não implica faltar-lhe ao RESPEITO e a todos os DIREITOS HUMANOS a que ela tem DIREITO. Nunca devemos esquecer que se queremos RECEBER o bem temos que FAZER o bem também.

Não esquecer também que a união faz a FORÇA e nós precisamos desta força e desta união, para ALCANÇARMOS os nossos objetivos como grupo, para sermos a MELHOR turma em  termos de notas e comportamento, para sermos aquela turma que todos os professores esperam ter e com que gostam de trabalhar, para sermos  aquela turma perfeita que neste momento parece estar impossível de alcançar, mas que pode vir a existir. Só depende de NÓS, mas não depende só de mim e de mais 3 pessoas, depende de cada elemento da TURMA .

Vamos acreditar nas nossas capacidades e vamos ser uma turma, uma TURMA UNIDA, relembrando sempre o que a M. diz, que JUNTOS somos MAIS FORTES, e relembrando também o que vou dizer, que JUNTOS conseguimos TUDO, basta ter presente duas palavras
  
ACREDITAR 

 PERSISTIR. 

Mafalda Silva, 14 anos, E.B. Amarante

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

TAJ MAHAL CORRE PERIGO



O brilho já foi mais refulgente. As fundações estão menos sólidas e as rachadelas na cúpula de mármore do monumento são cada vez maiores e mais profundas. Os próprios topos dos minaretes estão débeis e ameaçam a tragédia.
O panorama do Taj Mahal é negro e, no ano passado, os ventos fortes pioraram a situação famoso monumento indiano, ao provocar a queda de dois pilares no exterior.
O Taj Mahal, o maior ponto turístico da Índia e um dos mais conhecidos monumentos mundiais, está em risco.  As causas são mais ou menos previsíveis e prendem-se com este forma fast food de fazer turismo, que de tão avassaladora que é, não deixa sequer tempo e espaço para a necessária manutenção. Além da fraca manutenção do complexo arquitetónico e do evidente excesso de turista, há também a considerar a poluição (área e fluvial) que tanto caracteriza a Índia.

Segundo o Ministério do Turismo da Índia, o monumento considerado uma das Sete Maravilhas do planeta recebeu entre quatro a seis milhões de visitantes, entre 2011 e 2015. Agora, as autoridades vão finalmente agir. Em primeiro lugar, decidiram aumentar o preço de bilhetes e paralelamente vão colocar um limite diário de entradas no edifício.
O Taj Mahal foi construído na cidade de Agra, no século XVII, pelo imperador Shah Jahan, em homenagem à sua rainha favorita, Mumtaz Mahal, que morreu a dar à luz 0 14º filho do casal. Para construir o mausoléu, o imperador encomendou mármore do Rajastão, que tem como característica particular parecer cor-de-rosa pela manhã, branco à tarde, e cor de leite à noite.

domingo, 13 de janeiro de 2019

LIVRARIA LELLO FAZ ANOS E QUER PRENDA ESPECIAL


A livraria mais bonita e conhecida de Portugal, a Lello, faz 113 anos de vida e por entre várias iniciativas, homenagens e atividades especiais anuncia o presente especial que quer: a primeira edição de "Os Lusíadas". De acordo com as informações da centenária livraria portuense não existirão mais de uma dúzia de exemplares da 1.ª edição da obra-prima da literatura portuguesa, datada de 1572, e a Lello quer ser uma das proprietárias desse tesouro literário português e mundial. Para tal lançou uma OPA (oferta pública de aquisição) de 250.000 euros, que está em vigor até ao próximo dia 10 de junho, aniversário da morte do maior escritor da língua portuguesa, Luís de Camões. 

Mas não se ficam por aqui as ambições da Lello. Também hoje anunciou que pretende adquirir, pelo mesmo valor, um exemplar da 1.ª edição de "Henry Potter e A Pedra Filosofal" da famosa escritora britânica J. K. Rowling. Dos 500 exemplares da 1.ª edição, apenas restam 200 em mãos privadas. A oferta é Lello é válida até 31 de Julho (data do nascimento de Henry Potter).

Com estas ofertas, os donos da Lello querem demonstrar que um livro pode ser um bem tão valioso com um quadro. Um objeto artístico com valor comercial, que as pessoas têm curiosidade em conhecer ao vivo. E a melhor prova de que tal é possível é a história da própria Lello que se tornou num ícone turístico da cidade do Porto, onde os turistas não se importam de esperar e pagar bilhete de ingresso para poder admirar a fabulosa arquitetura de uma livraria que dentro de poucos meses se pode tornar Património da Humanidade da UNESCO. A candidatura será formalizada nos próximos meses.
Na altura de cantar os parabéns, o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve presente para assinalar a efeméride e participar na homenagem que a Lello fez ao ensaísta e filósofo Eduardo Lourenço.


Por hoje, ficam os parabéns a esta centenária instituição que muito tem feito pela valorização do livro, da literatura e arquitetura portuguesas, ao mesmo tempo que se constitui como um dos mais bonitos postais da cidade do Porto e de Portugal.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

EXPOSIÇÃO DE BANKSY NO PORTO E EM LISBOA



A exposição “Banksy’s, Dismaland and Others” vai chegar a Portugal dentro de pouco dias. A abertura está marcada para o dia 19 de janeiro, na Alfândega do Porto, e irá seguir viagem para Lisboa, em local ainda a designar. 

A exposição não tem carácter oficial (ou não estivéssemos a falar do misterioso Banksy) e é organizada por Barry Cawston, que muitos julgam ser o fotógrafo de Banksy, mas que apenas se assume como divulgador as suas obras através das fotografias. 

'Banksy, Dismaland and Others' by Barry Cawston é uma exposição poderosa e que atrairá, por certo, muitos curiosos. Através dela será possível viajar através do polémico e misterioso trabalho de um artista, que, há mais de 25 anos, usa a sua arte para questionar os valores da sociedade e que chega, agora, e pela primeira vez, a Portugal. 

Para além das fotografias de Barry Cawston, a exposição vai ainda integrar uma série de trabalhos de jovens artistas portugueses, servindo também como rampa de lançamento de novos nomes do universo da arte urbana.